SEMENTE DE CHIA: parceira de uma vida saudável

5 de julho de 2023 | Por

Você sabia que a semente de chia pode fazer parte de qualquer refeição ao longo do dia? Pois é! Extremamente saudável, é um ingrediente versátil que combina com diferentes tipos de preparos na cozinha e ajuda a saciar a fome por mais tempo. Os grãos são conhecidos por promoverem a limpeza do organismo e melhorarem a saúde do coração.

A chia é uma semente considerada um superalimento com diversos benefícios para saúde, que incluem a melhoria do trânsito intestinal, melhora do colesterol e até diminuição do apetite, pois ela é rica em fibras e vitaminas.

As sementes de chia tem em sua composição ômega-3, antioxidantes, cálcio, proteínas, fibras, vitaminas e minerais, que fazem desta semente um excelente complemento nutricional, natural e econômico.

É facilmente consumida junto a saladas ou na mistura de sucos e vitaminas, além de outras receitas, na quantidade de duas colheres de sopa, que equivale a 25 gramas. Crua, triturada, em forma de gel, como óleo e inclusive; num mix de grãos (linhaça, gergelim e girassol). A semente mantém suas propriedades em todas estas formas de consumo.

Os principais benefícios incluem:

 Controlar a diabetes: Devido ao elevado conteúdo em fibras, a chia é capaz de evitar o aumento rápido da glicemia, controlando a quantidade de açúcar no sangue, o que é excelente para controlar a diabetes tipo 1 e tipo 2. Além disso, ela reduz o índice glicêmico dos alimentos, devido as fibras, fazendo com que a fome não apareça repentinamente.

Melhorar a saúde intestinal: Também devido ao conteúdo de fibras, as sementes de chia aumentam os movimentos intestinais, evitando a prisão de ventre, mas para que tenham este efeito deve-se consumir as sementes devidamente hidratadas, caso contrário as sementes podem prejudicar a função intestinal, aumentando o risco de colite, por exemplo.

Ajudar a diminuir o peso: As sementes de chia conseguem absorver uma grande quantidade de água e, por isso, formam um gel que ocupa algum espaço no estômago, diminuindo à vontade para comer. Uma boa forma de consumo é fazer om overnight que consiste em deixar num pote de vidro os seguintes ingredientes: iogurte natural + 1 colher de sopa de chia + 1 colher de aveia + 1 colher de chá de mel. Essa mistura deve ser mantida toda noite dentro da geladeira e pode ser consumida no café da manhã. 

Reduzir o risco de doenças cardiovasculares: A chia tem uma boa quantidade de ômega 3 que atua no organismo reduzindo inflamações, controlando os níveis de colesterol, prevenindo aterosclerose e protegendo o corpo de doenças cardiovasculares e cerebrais, melhorando a memória e a disposição.  O ômega 3 é um nutriente muito importante para as funções cerebrais, pois 60% do cérebro é constituído por gordura, especialmente o Ômega 3. A deficiente ingestão desta gordura está associada a maior perda de memória do idoso e a elevados níveis de sentimentos de angústia e depressão.

Evitar o envelhecimento precoce: As sementes de chia tem antioxidantes que combatem os radicais livres, evitando o envelhecimento das células. Os antioxidantes são substancias que ajudam o organismo a atrasar ou impedir a ação dos radicais livres nas células, evitando danos permanentes que podem, ao longo do tempo, levar ao desenvolvimento de doenças como câncer, cataratas, problemas cardíacos, diabetes e, até, Alzheimer ou Parkinson.

Regular o colesterol: A chia possui uma boa quantidade de fibras insolúveis, isto é, que não se dissolvem na água, e por isso, ela quando consumida pode ajudar a eliminar a gordura presente na alimentação, sendo eliminada naturalmente pelas fezes. 

Fortalecer os ossos: Esta também é uma boa fonte de cálcio, que ajuda a fortalecer os ossos, o que é especialmente indicado em caso de osteopenia, osteoporose, ou após uma fratura, ou de um tempo prolongado acamado.

DICA DE RECEITA LUZAGO: BOMBOM DE MORANGO SEM LACTOSE

Ingredientes: 150 gramas de tâmaras, 1 xícara (chá) de água mineral, 4 colheres (sopa) de coco ralado fino, 1 colher (sopa) de cacau em pó, 1 xícara (chá) de castanha de caju moída, 1 colher (sopa) de chia, 3 colheres (sopa) de gergelim e 10 morangos frescos.

Modo de preparo: Hidrate as tâmaras com a água por 30 minutos. Escorra as tâmaras e reserve. Em um liquidificador, bata as tâmaras com o coco ralado e o cacau em pó, até formar uma massa úmida e cremosa. Em um recipiente, junte à massa de tâmaras a castanha-de-caju, a chia e o gergelim e misture bem. Cubra com plástico-filme e leve à geladeira por, no mínimo, 1 hora. Com uma colher, pegue pequenas porções da massa e envolva os morangos, um a um, como se fossem bombons. Polvilhe com o coco ralado e logo após, conserve em geladeira.

COMPARTILHE:

Newsletter

Seja o primeiro a saber sobre as novidades em seu email.