FESTA JUNINA: sabor e tradição em cada receita

30 de maio de 2022 | Por

As festas juninas estão entre os mais prestigiados festejos públicos tradicionais do Brasil. Depois do Carnaval, possivelmente são as festas juninas as maiores representantes da cultura popular no país.  Elas são comemoradas entre nós desde a época colonial e tem suas raízes na mistura das tradições rurais que se formaram no interior do Brasil com o catolicismo popular herdado da Europa.

No Brasil, a festa junina é um festival essencialmente católico, cujo principal objetivo é celebrar três grandes santos populares: Santo Antônio, o casamenteiro (13 de junho), São Pedro, guardião das portas do céu, protetor das viúvas e dos pescadores (29 de junho) e São João Batista, protetor dos casados e enfermos (24 de junho).

Os pratos de festa junina talvez sejam a principal atração do evento, atraindo milhares de pessoas em busca do gostinho do interior: aquela comidinha simples, mas muito saborosa.

É durante o mês de junho quando também acontece a colheita do milho, que é a base para grande parte dos quitutes juninos.

PRINCIPAIS ALIMENTOS DAS FESTAS JUNINAS

Uma festa junina é formada por muitos elementos, e a comida é um dos principais, claro. Os festejos juninos são marcados por música caipira, brincadeiras, fogueira e, é claro, muita comilança. Além de deliciosas, as comidas típicas de festa junina são fáceis de fazer.

A lista de comidas de festa junina é gigantesca. Em geral, os quitutes apostam em sabores caipiras e valorizam ingredientes como milho-verde, amendoim, coco e mandioca. Tem gente que prefere apostar em um menu mais tradicional, com milho cozido, bolo de fubá, pipoca, canjica, arroz doce, entre outras delícias típicas. Mas há também quem busca sair do óbvio com quitutes diferentes: o cupcake de milho verde e brigadeiro de quentão, por exemplo.

A seguir, confira os ingredientes mais importantes para os tradicionais pratos juninos:

MILHO: O milho é um ingrediente tão delicioso quanto coringa. É praticamente impossível pensar em algum prato de festa junina que não leve o alimento em sua receita. A partir do milho, podemos fazer pamonha, pipoca, mugunzá, canjica, milho cozido, bolo de fubá, bolo de milho, polenta, curau, cuscuz, suco e até uma cachacinha.

COCO: Com o coco, é possível fazer cocadas, tapioca, maria-mole e os famosos quindins.

AMENDOIM: Puro, torrado, doce ou salgado, o amendoim nunca deve faltar em uma típica festa junina. Ele serve ainda para decorar os pratos ou como base para a confecção de paçoca e pé de moleque.

MANDIOCA OU MACAXEIRA: Quem nunca comeu um bolinho de mandioca no arraial? O alimento também serve produzir tapioca.

PINHÃO: A semente de araucária, típica da Região Sul, serve tanto para pratos doces quanto salgados. O pinhão pode ser consumido em receitas como arroz com pinhão ou puro.

DICA DE RECEITA LUZAGO: PÉ DE MOÇA CREMOSO

Ingredientes: 400 g de amendoim torrado e sem pele, 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar demerara, 2 colheres (sopa) de manteiga, 1 lata de leite condensado, margarina para untar e açúcar cristal para polvilhar.

Modo de preparo: Coloque em uma panela o amendoim, o açúcar e a manteiga e leve ao fogo médio, mexendo algumas vezes para que fique com cor de caramelo. Adicione o leite condensado e cozinhe, mexendo até engrossar. Despeje em uma superfície untada e deixe esfriar. Corte em quadrados e passe pelo açúcar cristal.

COMPARTILHE:

Newsletter

Seja o primeiro a saber sobre as novidades em seu email.