CHÁS: uma terapia de aromas e sabores

7 de julho de 2021 | Por

Em dias mais frios, quem não gosta de apreciar chás quentinhos e que de bônus, ainda são cheio de benefícios para saúde?

Nos dias frios estamos mais sujeitos aos agentes poluentes emitidos na atmosfera, pois o calor sobe e o frio desce. Com esse choque térmico, é formada uma barreira, e os poluentes não se dispersam e ficam estacionados aqui na biosfera. O ar nesse período então fica mais carregado de poluição, amenizado apenas quando tem chuvas e ventos. Os sintomas desse fenômeno podem ser sentidos na forma de ardência e vermelhidão nos olhos, coceira na garganta e no nariz, alergias e até resfriados.

No inverno tendemos a nos alimentar pior. Comemos em maior quantidade e alimentos mais calóricos e industrializados, e deixamos de lado as saladas. Ainda fazemos menos exercícios. Isso pode baixar nossa imunidade e nos deixar mais suscetíveis à doenças.

Milenares e muito benéficos para a nossa saúde, os chás são, muitas vezes, subestimados e descartados como uma ótima fonte de nutrientes, já que parecem simples opções quando o assunto é nos aquecer. Porém, o poder de uma boa xícara da bebida não pode ser diminuído e suas propriedades, que variam de acordo com o fruto ou erva utilizados, são fundamentais para manter nosso corpo em ordem.

O segredo de um bom chá é a preparação: a água deve estar quente, mas nunca em ponto de ebulição. As ervas ou frutos devem ser acrescentados à água, abafados de 2 a 5 minutos e coados, mantendo assim todas as propriedades e nutrientes ativos na bebida. Outra dica é nunca reaquecer o chá, já que isso pode contribuir para destruir os benefícios nele contidos.

Quente ou gelado, a verdade é que os chás são bebidas versáteis e muito saudáveis. O indicado é consumir as infusões todos os dias, para que os benefícios sejam perceptíveis no organismo e durem por mais tempo, porém, os chás não devem jamais substituir o consumo de água, pois são diuréticos e facilitam a eliminação de líquidos.

Indicamos, na sequência, algumas das principais ervas utilizadas no preparo de chás:

– Camomila: Ajudar na má digestão, acalmar e reduzir a ansiedade são alguns dos benefícios do chá de camomila, que pode ser preparado usando as flores secas da planta ou os sachês que se compra no supermercado.

O chá de camomila pode ser preparado somente com esta planta medicinal ou numa combinação de plantas, como erva-doce e hortelã.

– Capim limão: O capim santo, também conhecido como capim limão ou erva-príncipe, é uma planta medicinal que possui aroma semelhante ao limão quando suas folhas são cortadas e que pode ser usada para complementar o tratamento de diversas doenças, principalmente alterações no estômago.

– Erva doce: A erva-doce, também conhecida como anis-verde, anis e pimpinela-branca, é uma planta medicinal composta por folhas fendidas, flores brancas e frutos secos contendo uma só semente, de sabor adocicado e aroma intenso. É usada popularmente para gastrite, inchaço abdominal, má digestão, gases e dor de cabeça devido as propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antidispéptica.

– Cravo: O cravinho ou cravo-da-índia, tem ação medicinal sendo útil no combate a dores, infecções, e ainda ajuda a aumentar o apetite sexual. Além de ter propriedades medicinais também é uma importante fonte de nutrientes, como vitamina A, vitamina E e betacaroteno. Pode ser utilizado na sua forma natural para enriquecer a alimentação, em chás ou em forma de cremes e óleos, que selecionam algumas propriedades, para o seu uso na cosmética, por exemplo.

– Hibisco: O hibisco é uma planta medicinal que pode ser utilizada para auxiliar nas dietas de emagrecimento, além de ajudar no controle da pressão arterial e, até, na prevenção de problemas do fígado. O chá de hibisco tem vários benefícios e, por isso, pode ser utilizado para auxiliar no tratamento de diversos problemas de saúde.

– Anis: O anis-estrelado, também conhecido como estrela-de-anis, é uma especiaria que é feita a partir do fruto de uma espécie de árvore asiática chamada de Ilicium verum.  Embora seja muito utilizado na culinária para conferir um sabor adocicado a algumas preparações, em óleo essencial e na forma de chá, o anis-estrelado também apresenta vários benefícios para a saúde devido aos seus componentes, especialmente o anetol, que parece ser a substância presente em maior concentração.

– Canela: A canela é um condimento aromático que pode ser utilizado em diversas receitas, pois proporciona um sabor mais adocicado para a as comidas, além de também poder ser consumida em forma de chá. O consumo regular de canela, juntamente com uma dieta saudável e equilibrada, pode trazer diversos benefícios para a saúde.

Aqui vai uma receita de um chá que tem ações antioxidante, anti-inflamatória, termogênica e diurética. Esse chá é rico em flavonoides, minerais (como magnésio, ferro e cálcio), fibras e vitamina C. Melhora o sistema imunológico, possui propriedades antibacterianas e antivirais, reduzindo também a pressão arterial.

DICA DE RECEITA: CHÁ DE ESPECIARIAS LUZAGO

Ingredientes: 1 colher de sopa de hibisco, 2 canela em rama, 1 punhado de anis estrelado, 10 unidades de cravo da índia, 1 colher de gengibre moído, 10 folhas de hortelã, suco de meio limão e 1 litro de água.

Modo de preparo: Ferva um litro de água. Desligue o fogo. Acrescente todos os ingredientes menos o limão. Tampe a panela e deixe em efusão por 10 minutos. Em seguida acrescente o limão, misture bem e coe o chá. Beber 3 xícaras do chá ao longo do dia.

CHÁ DE CAPIM LIMÃO COM GENGIBRE

Ingredientes: 1 punhado (ou equivalente a 20 gramas de capim limão), 2 rodelas de limão Taiti, 10 gramas de gengibre em pó, açúcar ou adoçante a gosto.

Modo de preparo: Faça a infusão e numa xícara, coloque as rodelas de limão e o gengibre em pó.  Deixe agir por alguns minutos e caso queira, acrescente açúcar ou adoçante à gosto.

 

COMPARTILHE:

Newsletter

Seja o primeiro a saber sobre as novidades em seu email.